Preloader images
Preloader icon

Importância das Pastilhas

Durante uma manobra simples ou mesmo em trânsito intenso, ter um bom sistema de freio é fundamental. A pastilha, como você já deve saber, é um componente muito importante nos freios a disco. Ao pisar no pedal, ela pressiona as laterais do disco e gera atrito, o que faz o carro parar.

Naturalmente, esse atrito se perde quando a peça está gasta. A consequência disso é que, quando o motorista precisa frear, o caminhão demora bem mais para parar. Isso pode tornar pequenas tarefas, como manobrar bem mais difícil do que o normal.

Manutenção preventiva para evitar acidentes

Trocar a pastilha de freio do caminhão também é uma forma de evitar diversos riscos durante o trânsito. Boa parte dos acidentes é causada porque o veículo não respondeu corretamente ao motorista, demorando demais ou indo na direção errada. Problemas no freio são alguns dos mais recorrentes nesses cenários.

Fazendo a manutenção preventiva dessa peça, junto com outras verificações de rotina, você terá uma viagem mais segura e tranquila.

Atenção aos ruídos

Um dos primeiros sinais de que a pastilha de freio está começando a se desgastar é o barulho que as rodas emitem ao frear. Pode parecer não ser relevante para o motorista a princípio, mas esse som é intencional e muito útil, pois facilita a identificação do problema.

Confira o indicador de desgaste

Outra forma de saber se é necessário trocar a pastilha de freio do caminhão, mas que nem sempre é uma opção, é procurar pelo indicador de desgaste do veículo.

Se o caminhão em questão for mais moderno e estiver bem equipado, ele terá um indicador que sinaliza quando é a melhor hora de trocar a pastilha de freio.

Perda de performance

Outro sinal claro de que a pastilha está desgastada é justamente o tempo necessário para frear completamente o veículo. Se antes o motorista precisava de 1 segundo para ir de 50 a 0 e agora precisa de 1,5 segundo ou mais, então, obviamente, os freios estão perdendo a performance.

Verifique a quilometragem

Toda peça de um veículo possui uma quilometragem média ideal para fazer sua substituição. O mesmo vale na hora de trocar a pastilha de freio do caminhão.

É bem provável que o fabricante tenha um registro de quantos quilômetros a peça pode fazer antes de começar a perder sua performance. Basta olhar as especificações técnicas e comparar com o hodometro.

Isso vale para peças novas e para as substitutas. Porém, é importante ter alguma forma de diferenciar quando a pastilha for trocada. Registrar a quilometragem no momento da substituição, por exemplo, costuma ser suficiente.

Assim, basta verificar o número na próxima revisão e fazer uma conta para saber qual foi a quilometragem desde a última substituição.

Todo cuidado é sempre bem vindo quando se diz respeito a segurança.

Fica a dica.

Olá,
Olá, como podemos ajuda-lo?